Sobre Billy e Allan

Billy é um “jovem aprendiz que virou doutor. Uma formosura por dentro, mas inquieto por fora. Vai de um lado ao outro buscando o calor humano para se divertir com as bobagens da vida. Inocente, cativante, metido a dançarino e a pessoa importante. Fala com o corpo e com os olhos o que o coração não exprime em palavras.” (Projeto (A)Gentes do Riso, 2017)

Por trás da máscara se encontra Allan Ortega Monteiro, ator, produtor, nascido em São Paulo e formado em Economia pela Unicamp em 2015. É... economista! Se formou, mas encantado com a experiência no teatro entre 2013 e 2015 resolveu dar mais um passo e estudar palhaçaria. O problema é que desde então não parou mais!

Em sua formação como artista fazem parte pessoas maravilhosas. Na palhaçaria, destaque para a formação e residência na Escola de Palhaços do Circo da Dona Bilica, em Florianópolis, com Vanderléia Will e Pepe Nuñez, por um ano e meio; além de Ricardo Puccetti (Lume Teatro/SP), Claudio Thebas (SP), Chacovachi (Argentina), João Carlos Artigos (Teatro de Anônimo/RJ), Sílvia Leblon (SP), João Lima (BA) e Ramón Merlo (Espanha). No estudo de máscaras, Ésio Magalhães e Tiche Vianna (Barracão Teatro) e Paulo Belardin (Caixa do Elefante/RS). No teatro de animação, Inês Passic (Peru) e Willian Sieverdt (Trip Teatro/SC). Na mímica, Luis Louis (SP). Na dança, Ana Clara Amaral (SP), Giovanni Scotton (SC) e Gustavo Dias (SP). Na Música, Sandro Liesch (SC). Essas são algumas entre tantas pessoas que acabam somando na construção do artista.

Mas por que palhaço? O palhaço, nascido oficialmente em 10 de setembro de 2016, foi um encontro com a possibilidade de se comunicar de uma forma mais direta, mais genuína. Uma ponte de comunicação que transparece o presente, revela o que está escondido e, com o a graça de rir de si, cria empatia, alivia as tensões e liberta o humano que há em nós. Buscar esse encontro humano, essa união através da arte, é a verdadeira motivação em ser palhaço.

Hoje, transitando entre escolas e hospitais, palcos e festivais, adultos e crianças, Billy e Allan andam juntos por Campinas, São Paulo, Florianópolis e onde mais forem convidados, buscando esse calor humano ao apresentar o solo infantil O Presente, o pocket show Billy Aqui & Ali e o número O Apito. Em suas intervenções artísticas, realizam a intervenção de mágica Billy, o Mágico e, no hospital, fazem parte do projeto realizado pela Traço Cia de Teatro, o (A)Gentes do Riso.

 

 

Prêmios e Indicações:

  • 19º Festival Internacional de Teatro Rosário em Cena (RS), com o espetáculo O Presente:

    • Prêmio de Melhor Espetáculo pelo Júri Popular

    • Prêmio de Melhor Ator

    • Prêmio de Melhor Caracterização

    • Indicação para Melhor Espetáculo

    • Indicação para Melhor Direção

    • Indicação para Melhor Figurino

    • Indicação para Melhor Sonoplastia

Principais festivais e encontros:

  • 2020  Festival Internacional de Arte e Cultura José Luiz Kinceler – FIK 2020 (SC)

  • 2019 – 19º Festival Rosário em Cena (RS)

  • 2019 – 7ª Convenção Paulista de Malabares e Circo (SP)

  • 2019 – Festival de Verão Casa do Palhaço (SC)

  • 2018 – 14º Anjos do Picadeiro (RJ)

  • 2018 – 19ª Convenção Brasileira de Malabares e Circo (RJ)

  • 2018 – Festiclown pela Terra (SC)

  • 2018 – 23º Festival Isnard Azevedo – Floripa Teatro (SC)

  • 2018 – Laboratório de Palhaças e Palhaços – O Encontro (DF)

  • 2018 – 12º Encontro Goiano de Malabares e Circo (GO)

  • 2018 – 1ª Convenção Pantaneira de Malabarismo, Circo e Palhaços (MT)

  • 2018 – 5º Festival de Circo de Taquaruçu (TO)

  • 2018 – Festival de Verão Circo da Dona Bilica (SC)

  • 2017 – Festival de Verão Circo da Dona Bilica (SC)

 

Estatísticas:

Honrando a formação em economia, esses são alguns números de sua trajetória atual:

  • 9 estados brasileiros

  • 26 cidades

  • Mais de 300 apresentações

  • Público médio de 7,5 mil pessoas por ano

Me liga!

 Telefone: (19) 99609-1629

Me escreva!

Segue lá!

  • Palhaço Billy Instagram
  • Palhaço Billy Facebook

© 2018 Palhaço Billy. Todos os direitos reservados.